Publicidade

Para aprimorar ainda mais a produção agrícola farroupilhense e melhorar a qualidade de vida dos agricultores, a Prefeitura de Farroupilha assinou no início deste ano mais um convênio com a Universidade de Caxias do Sul (UCS). A parceria permite que estudantes do curso de Agronomia da instituição coloquem em prática o que aprendem em sala de aula sobre o manejo e a conservação do solo.

A primeira etapa do projeto foi realizada em março, quando os acadêmicos puderam analisar as propriedades rurais das famílias Tomazini, Slomp, Onzi, Barbanti e Gandolfi, no 4º distrito do município. Além de caracterizarem o sistema de manejo, eles identificaram pontos críticos, avaliaram relevo, posição geográfica, vegetação, hidrografia, entre outros itens, que resultaram em um profundo diagnóstico da terra.

Agora, mais uma turma de 24 estudantes terá a oportunidade de realizar o trabalho em outras três propriedades farroupilhenses em Monte Bérico – 2º Distrito. De acordo com o Secretário Municipal de Desenvolvimento Rural, Ricardo Bicca Ferrari, essa segunda fase do projeto, que iniciou nesta quarta-feira, 08, vai se concentrar nas terras das famílias Schiochet, Verona e Gasperin, que medem de nove a 23 hectares e tem como principais culturas tomate, alho, cebola, uva, pêssego, flores e hortifrutigranjeiros. Para a atividade, o poder público disponibilizou gratuitamente o transporte dos alunos até a localidade, nos dias de campo e no encontro final.

Conforme a professora da disciplina de Manejo e Conservação do Solo e Coordenadora do Curso, Dra. Katiuscia Fonseca dos Santos Strassburger, serão três visitas nas plantações com coleta de solo, estudo e análise, bem como apresentação de conteúdo final sobre o manejo e as possíveis soluções para qualificação das culturas encontradas.

Fotos: Adroir Fotógrafo | Fonte: Assessoria de Imprensa e Comunicação Social da Prefeitura de Farroupilha