Publicidade

As datas mais importantes da literatura são realizadas em abril:  Dia Internacional do Livro Infantil, Dia Nacional do Livro Infantil e Dia Mundial do Livro e do Autor. E para marcar o Mês do Livro, a Biblioteca Pública Municipal Olavo Bilac promove uma série de atividades.

No sábado,7, o Piquenique literário “Ler é bom em qualquer lugar…” e o Troca-troca de livros “Troque livros, leia sempre” na Maratona Cultural, abriram a programação.  O objetivo foi promover a leitura em ambientes diferentes da biblioteca pública, em espaços livres quando a prática da leitura acontece sem nenhuma obrigação, transformando-se em uma ação espontânea e prazerosa. A tarde foi divertida e recheada de livros, contação de histórias e troca de ideias num clima agradável, informal e descontraído.

No próximo sábado, 14, a Biblioteca participa do projeto do Grupo de Apoio à Adoção DNA da Alma, na Casa de Cultura. A partir das 9:30 ocorre a sessão de autógrafos e conversa com o escritor, psiquiatra e psicanalista Celso Gutfreind. O livro “Monstros e ladrões” oportuniza o fortalecimento da família através de vivências e ações e também apresenta aspectos da atualidade como a violência urbana. Além do bate-papo com o escritor, haverá contação de histórias especialmente preparada para as crianças com a Companhia de Teatro e Dança KHAOS Cênica e apresentações musicais. A entrada é gratuita e aberta ao público.

E para o período de 16 a 23 de abril, diversas outras atividades estão sendo programadas na Biblioteca Pública Municipal Olavo Bilac. As escolas devem agendar horário diretamente na biblioteca. Confira a programação:

Espaço Estação Leitura: Trilhando Histórias:

– contação de histórias para as crianças;

– cadastro na Biblioteca;

– vídeo da história Pílula falante, de Monteiro Lobato;

– visita ao Espaço Infantil Via Láctea;

– entrega dos marcadores de páginas da Biblioteca Pública, que contém documentos necessários para inscrição, site do Catálogo online e Blog;

– decoração dos marcadores de páginas com personagens do sítio.

Além dessas atividades, as crianças poderão participar de encontros com ilustrador e escritores conforme programação abaixo:

– Ilustrador Eduardo Cardoso – 18 de abril, às 9h;

– Escritor Kalunga – 19 de abril, às 14h e 15h;

– Escritor Armando Wartha – 20 de abril, nos turnos manhã e tarde.

 

Campanha Eu Amo Ler

– Os leitores que retirarem livros, do dia 9 a 23, concorrem a uma sacola ecológica com os dizeres “Capítulos de Paixão. Histórias com emoção. Páginas de imaginação” e kit de livros. Um leitor será convidado para fazer o sorteio no dia 24 de abril, na Biblioteca;

– Dica de livros dos leitores: cada leitor deixará em destaque livros lidos para que outras pessoas possam ler. O leitor poderá registrar sua opinião em post-it no mural “Que livro você sugere?”;

– Doação de livros “Prazer em Ler”: livros de diversos gêneros, folder da Biblioteca, marcador de páginas.

 

E para encerrar a programação, no dia 27 de abril, serão realizadas atividades literárias promovidas pelo SESI/RS. A ação será realizada na Praça da Emancipação durante todo o dia com distribuição de livretos com textos literários para o público infantil e adulto.

 

Mês do livro:

Em 2 de abril é comemorado o Dia Internacional do Livro Infantil. A data foi escolhida para homenagear o nascimento de Hans Christian Andersen, em 1805, o escritor dinamarquês considerado o primeiro autor a criar histórias originais especialmente para crianças. Estima-se que tenha concebido mais de 150 histórias, entre elas, O Patinho Feio, A Pequena Sereia, A Roupa Nova do Rei e A Polegarzinha.

Outro autor é o homenageado dos brasileiros na comemoração do Dia Nacional do Livro Infantil, em 18 de abril. Monteiro Lobato nasceu nesta data, ano de 1882, em São Paulo. O Dia Nacional do Livro Infantil foi instituído em 2002, ano em que foi criada a Lei 10.402/02, registrando a data de nascimento de Monteiro Lobato como o dia oficial da literatura infantojuvenil. Sua primeira história infantil, A menina do narizinho arrebitado, foi publicada em 1920, e o sucesso do livro fez com que outros tantos surgissem, imortalizando as personagens Dona Benta, Pedrinho, Narizinho, Tia Nastácia, Emília, o Visconde de Sabugosa, entre outros, que posteriormente seriam eternizados no famoso programa de TV produzido no final dos anos 1970 até meados dos anos de 1980 e retomado no final dos anos de 1990 até meados dos anos 2000, além dos seriados no formato de desenho animado.

E 23 de abril é o Dia Mundial do Livro e do Direito do Autor, em alusão ao falecimento dos escritores Miguel de Cervantes e William Shakespeare, criado pela Conferência Geral da UNESCO em 1995, para promover o prazer da leitura, a publicação de livros e a proteção dos direitos autorais. Cervantes e Shakespeare presentearam o mundo com suas obras, que se perpetuaram por séculos até os dias de hoje e tornaram clássicos da literatura mundial, sem perder o valor de impacto que causam ao serem apreciadas. Ao longo do tempo foram sendo representadas nas mais diferentes formas artísticas. O cavaleiro andante e o general do exército e rei da Escócia, são protagonistas marcantes de suas obras, o romance de cavalaria Dom Quixote de la Mancha e a tragédia inglesa.

Foto: Divulgação | Fonte: Assessoria de Imprensa e Comunicação Social da Prefeitura de Farroupilha

Publicidade