Publicidade

 

O contato com a natureza e o modo de vida sustentável estão se tornando tendências mundiais e, consequentemente, abrindo espaço o turismo rural. Nesse contexto, a Prefeitura, através das Secretarias de Turismo e Cultura e de Desenvolvimento Rural, com apoio do Sindicato dos Trabalhadores Agricultores Familiares de Farroupilha e da Emater/RS-Ascar, firmou parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) para ofertar o curso de Turismo Rural a trabalhadores rurais que desejam utilizar suas propriedades como atrativos de lazer e entretenimento, diversificando assim as opções de trabalho e aumentando a renda das famílias.

Desde abril de 2017, mais de dez famílias de Farroupilha participaram de dez módulos de qualificação sobre diversos assuntos ligados à temática, como o planejamento, organização da propriedade, implantação de pousadas, acolhida, roteiros, trilhas e caminhadas ecológicas, implantação dos pontos de venda de produtos agroalimentares típicos e de artesanato, cozinha rural, culinária e restaurantes rurais.

 Na última semana o grupo fez sua última visita técnica ao Recanto Bergamasco, em Carlos Barbosa, um projeto concretizado a partir desta qualificação. Conforme a turismóloga da Secretaria, Marisa Poloni, o objetivo foi conhecer a iniciativa, trocar experiências e complementar as atividades desenvolvidas nos encontros. Os participantes foram recebidos e guiados pelo coordenador do roteiro Iraci Benelli e pela turismóloga da ACI/Carlos Barbosa, Andréia Cichelero. O curso de qualificação será concluído neste mês, com a avaliação das aprendizagens a concretização das visitações pelas propriedades do município.

Fotos: Acic/Carlos Barbosa | Fonte: Assessoria de Imprensa e Comunicação Social da Prefeitura de Farroupilha

Publicidade